Logo Comunidade Sebrae
Home
bedtime
Imagen da logo do Sebrae
icone menu de opções
Iníciokeyboard_arrow_rightDesafios da Educaçãokeyboard_arrow_rightArtigos

Aprendizagem adaptativa. Como aplicar?

avatar IRENE HOFFELDER VIOTI
Irene Hoffelder Viotifavorite_outline Seguir perfil
fixo
thumb_up_alt
Aprendizagem adaptativa. Como aplicar?
Criado em 21 MAI. 2020
text_decreaseformat_color_texttext_increase

Nos últimos anos uma nova metodologia vem sendo apontada como a geradora de impacto positivo e de transformação na educação e se mostrando extremamente promissora como uma ferramenta de apoio, é a aprendizagem adaptativa.

Desde que iniciamos o período de isolamento social e com isso, a educação à distância, este assunto tornou-se ainda mais discutido nas escolas pelos gestores e professores, pois os estudantes têm menos tempo de aulas, do que haviam no período de aulas presenciais, no entanto, os níveis de qualidade devem ser mantidos, independente da modalidade aplicada.

A situação na educação no momento e a influência direta de tecnologias criadas para o ensino a distância, propiciam à novas necessidades de aprendizado em qualquer idade ou nível escolar. Somado a esses aspectos, as particularidades de cada estudante, colaboram para que a aprendizagem adaptativa ganhe espaço no planejamento de ensino e aprendizagem escolar.

Este tema mostra mais uma oportunidade para escolas empreenderem e inovarem no ensino e na gestão do conhecimento de cada aluno, pois melhora performance e rendimento da aprendizagem do aluno e serve de apoio ao professor. Vale ressaltar que a educação adaptativa, não substitui a educação presencial, ela é mais uma ferramenta complementar de apoio. Porém, estudar ainda mais profundamente a capacidade intelectual de cada aluno e compreender seu potencial, é um trabalho para a escola fazer.

Resgatando a teoria das inteligências múltiplas proposta por Howard Gardner, onde por meio de suas pesquisas defende que as pessoas manifestam as mais distintas habilidades, mas define 9 inteligências e como elas se caracterizam:

LÓGICO-MATEMÁTICA - Habilidade para raciocínio dedutivo e para solucionar problemas matemáticos. Cientistas possuem esta característica.

LINGUÍSTICA - Caracteriza-se por um domínio e gosto especial pelos idiomas e pelas palavras e por um desejo em os explorar. É predominante em poetas e escritores.

MUSICAL - Identificável pela habilidade para compor e executar padrões musicais, executando pedaços de ouvido, em termos de ritmo e timbre, mas também escutando-os e discernindo-os. Pode estar associada a outras inteligências, como a linguística, espacial ou corporal cinestésica.  Ex.: compositores, maestros e músicos.

ESPACIAL - Expressa-se pela capacidade de compreender o mundo visual com precisão, permitindo transformar, modificar percepções e recriar experiências visuais até mesmo sem estímulos físicos. Ex.: arquitetos, artistas, escultores, etc.

CORPORAL CINESTÉSICA - Traduz-se na maior capacidade de controlar e orquestrar movimentos do corpo. É predominante entre atores, na pratica da dança ou esportes.

INTRAPESSOAL - Expressa na capacidade de se conhecer, é a mais rara inteligência sob domínio do ser humano pois está ligada a capacidade de neutralização dos vícios, entendimento de crenças, limites, preocupações, estilo de vida profissional, autocontrole e domínio dos causadores de estresse.

INTERPESSOAL - Expressa pela habilidade de entender as intenções, motivações e desejos dos outros. Mais desenvolvida em políticos, religiosos e professores.

NATURALISTA - Traduz-se na sensibilidade para compreender e organizar os objetos, fenômenos e padrões da natureza, como reconhecer e classificar plantas, animais, minerais. Ex.: biólogos e geólogos.

EXISTENCIAL - Abrange a capacidade de refletir e ponderar sobre questões fundamentais da existência. Seria característica de líderes espirituais e de pensadores filosóficos.'

Gardner, recomenda ainda que, a maneira mais difundida de aplicar a teoria das inteligências múltiplas, é tentar estimular todas as habilidades potenciais dos alunos, quando se está ensinando um mesmo conteúdo. As melhores estratégias partem da resolução de problemas. O principal desafio da educação é, portanto, entender as diferenças no perfil intelectual dos alunos e formar uma ideia de como desenvolvê-lo.

Na teoria das inteligências múltiplas, percebemos a importância de aprofundar o conhecimento sobre o perfil, potencial e a capacidade do estudante, e que no tempo em sala de aula, nem sempre permite que se faça. Mas, a educação adaptativa pode contribuir para essa lacuna de conhecimentos complementares necessários. E para isso, existem disponíveis ferramentas que podem auxiliar a aplicação da aprendizagem adaptativa.

Vamos imaginar uma sala de aula presencial, ou virtual, um ambiente que produz excesso de informação, mas conhecimento insuficiente, sobrecarregando os estudantes. E essa informação disponível; será que vai ao encontro das necessidades de aprendizagem para o mundo real? As características reportadas produzidas num ambiente de múltiplas distrações e estímulos, não deveriam nos trazer o foco para a entrega de uma aprendizagem mais personalizada?

A aprendizagem adaptativa ou personalizada, como é chamada, trará subsídios para elucidar essas respostas das questões, por meio de três pilares de suma importância na aplicação da metodologia na educação:

Aprendizagem personalizada O conteúdo educacional do estudante pode ser personalizado por meio de um levantamento de características comportamentais e de sua capacidade de aprendizagem. Através desta análise, é preciso definir um perfil de desempenho, demonstrando suas lacunas de conhecimentos necessários, assim como recomendações de atividades para suprir essas necessidades de aprendizagem do estudante. A personalização, é trazer essas informações individuais relevantes com a devida orientação e acompanhamento do professor e gestores da escola para com cada aluno. 

Autoaprendizagem Outro pilar precisa ser construído com o aluno, primeiro conhecendo o seu perfil, sua capacidade e anseios, para gradativamente desenvolver o domínio de aprender sem a presença física do professor, complementando o conhecimento recebido em sala de aula. Para tanto hoje, ferramentas tecnológicas educacionais dotadas de inteligência artificial podem contribuir para esse processo ser mais fácil, pois mapeiam o perfil do aluno, a partir do seu comportamento de uso e acesso aos conteúdos, para depois auxiliá-lo na criação de seu caminho de autoaprendizagem e de forma personalizada (2020EaDucativa Desenvolvimento por Marketing Objetivo).

Automação -  Após essa experiência de educação a distância em que estamos vivendo, a grande maioria das escolas já experimentam alguma plataforma ou sistema de acesso à educação a distância, o que encurta a distância pois, deve ser uma prática tecnológica presente nos ambientes virtuais de aprendizagem a partir de agora. A infraestrutura tecnológica deve ser pensada na medida em que favoreça a construção de sistemas ou conjunto de ferramentas que ajustam os métodos de aprendizagem ao destinatário dela, gerando, assim, maior objetividade no processo individual de cada aluno (Segundo o site da - 2020EaDucativa Desenvolvimento por Marketing Objetivo).

PRÓS E CONTRAS NA ADOÇÃO DO MODELO

Segundo Mariana Silva da empresa NeritEduca O que favorece o uso de plataforma adaptativa no atual ambiente de estudos?

  • As turmas são compostas de pessoas com habilidades diversas e mistas;
  • Um design de conteúdo mais apropriado às necessidades individuais dos alunos permite que o sistema avalie a capacidade deste e atribua tarefas dentro dessa capacidade;
  • O sistema ajuda o professor a identificar os talentos e habilidades naturais dos alunos;
  • Os alunos podem absorver conteúdo educacional através de diferentes caminhos educacionais personalizados;
  • O sistema ajuda a melhorar as habilidades dos alunos mais fracos, bem como desenvolver e reforçar os talentos naturais dos mais talentosos;
  • Torna possível que o professor monitore o progresso de cada aluno, geralmente em tempo real.

Quais seriam os principais desafios a serem superados no uso de uma plataforma adaptativa?

  • Dificuldade em ensinar fatos ou fornecer informações sujeitas a interpretações;
  • Os computadores nunca poderão substituir um professor em todos os seus papéis;
  • Técnicas adaptativas são menos apropriadas em certos campos da educação, como a sociologia e a filosofia;
  • Ela não é uma cura milagrosa para problemas na educação, e a aplicação desta tecnologia, se não alinhada a um projeto educacional consistente, pode não entregar os resultados desejados no desempenho dos estudantes;
  • Custos elevados de desenvolvimento de conteúdos diversos;
  • Alterações no material podem representar certo problema na aplicação do método adaptativo cada vez que o aluno evolui em sua trajetória educacional. 

APLICAÇÃO PRÁTICA

Na Educação da Saúde:

O Hospital Albert Einstein - Felipe Spinelli - Introduziu uma plataforma de conhecimentos complementares, analisando a grande demanda de conhecimentos necessários no dia a dia dos profissionais (estudantes ou profissionais) que não recebem no programa curricular e tampouco, reconhece o potencial dos profissionais.

Este exemplo, segundo Felipe Spinelli, é preciso seguir algumas etapas muito importantes:

  1. Identificar os gaps de conhecimento do profissional ou do aluno,
  2. Disponibilizar conteúdos rapidamente. As vezes o robô (inteligência artificial), faz essa busca e disponibiliza, lembrando o aluno do conteúdo novo que chegou.  
  3. Cobrir o que o profissional ou estudante deveria saber no dia a dia que ele não aprende na formação da faculdade. Reduz a quantidade de conteúdo em sala, mas cada aluno busca o seu gap de conhecimento focado para o setor e conhecimento específico dele.

Abaixo podemos observar as etapas percorridas na estruturação do case citado do Hospital Albert Einstein, contemplando as etapas do estudante e da organização:

Fonte: Felipe Spinelli Hospital Albert Einstein - 

Na Educação Prefeitura de Curitiba:

Existem disponíveis na internet plataformas com ferramentas de apoio à aprendizagem adaptativa, assim como em alguns sites de secretarias de educação. Um exemplo é o site da Secretaria de Educação do Estado do Paraná (com conteúdo para o Ensino Fundamental 2 e Ensino Médio). Neste link, vamos encontrar a Galeria de Imagens e Técnicas/tecnologia aplicada na educação. Demonstram o modelo do funcionamento de uma plataforma e os recursos utilizados pelo aluno (feedback, meta de aprendizagem e recomendações sobre o que o aluno deve explorar), assim como para o professor (diferentes dados sobre o progresso do aluno e suporte para tomar decisões pedagógicas) - http://www.gestaoescolar.diaadia.pr.gov.br/modules/galeria/detalhe.php?foto=563&evento=4 [S2]

A aprendizagem adaptativa é uma excelente oportunidade para disseminar a cultura empreendedora, pois fortalece o protagonismo do estudante, além de flexibilizar o seu tempo de estudos. Ao professor, reduz e otimiza seu tempo gasto com o aluno, aumentando o entendimento de cada aluno. Por isso, esse é o momento para a escola ousar e avançar na aprendizagem com maior resultado.

Contem com o apoio da Educação Empreendedora do Sebrae, que pode contribuir neste processo de transformação. Comente suas percepções sobre esses temas.

Começar com pequenas ações é o primeiro passo! Sucesso!

Fale com o Sebrae pelo e-mail da Juliana - jsouza@pr.sebrae.com.br.

 

Irene Hoffelder Vioti - Consultora, palestrante e escritora nas áreas: Estratégia empresarial, sustentabilidade, inovação e storytelling empresarial.

 

avatar IRENE HOFFELDER VIOTI
Irene Hoffelder Vioti
Mestranda em Administrao Estratgica de Negcios pela UNAM - Universidad Nacional de Misiones - Argentina. Consultora, palestrante, instrutora e escritora nas reas: Estratgia empresarial, sustentabilidade, inovao e storytelling empresarial.favorite_outline Seguir Perfil
capa Desafios da Educação
Desafios da Educação
people 1965 participantes
Um grupo para falar sobre os desafios da educação com professores, levando informações, conhecimento e, principalmente, um lugar para dar voz a todos.. Aqui vocês podem escrever sobre assuntos que achem pertinente, assuntos que estejam latentes no seu dia a dia, ainda, um lugar para você compartilhar as suas experiências e nos alegrar com suas histórias. Essa comunidade é feita para VOCÊ.
fixo
Em alta
Tudo culpa da estagiária!
24 ago. 2021Tudo culpa da estagiária!
Aprimorando a pesquisa científica: avaliação da eficácia das ferramentas de IA na classificação da autenticidade de textos
02 mai. 2023Aprimorando a pesquisa científica: avaliação da eficácia das ferramentas de IA na classificação da autenticidade de textos
Para ver o conteúdo completo, bastase cadastrar, é gratis 😉
Já possui uma conta?