Logo Comunidade Sebrae
Home
bedtime
Imagen da logo do Sebrae
icone menu de opções
Iníciokeyboard_arrow_rightVarejo keyboard_arrow_rightArtigos

Algumas tendências que você não pode deixar passar no varejo

avatar LUCAS HAHN
Lucas Hahnfavorite_outline Seguir perfil
fixo
thumb_up_alt1
Algumas tendências que você não pode deixar passar no varejo
1 pessoa curtiu esse artigo
Criado em 11 FEV. 2022
text_decreaseformat_color_texttext_increase

O cenário do varejo mudou muito rápido nos últimos dois anos.  2022 está sendo o primeiro ano em que a indústria tem uma boa noção de como será o setor.

As marcas estão mais hábeis em fazer mudanças em tempo real necessárias para responder às mudanças inesperadas que se tornaram tão comuns. As lojas também estão começando a implementar experiências omnichannel. Mas o que especificamente podemos esperar ver no setor de varejo? Aqui estão quatro tendências que prevemos para os varejistas em 2022.


Dominação da experiência omnichannel

Criar uma experiência omnichannel perfeita tem sido uma aspiração para a maioria das marcas. Por muitos anos, os varejistas vêm adquirindo uma compreensão mais sofisticada da jornada de compra do cliente e como ela passa do online para o offline, às vezes várias vezes, antes que uma compra seja feita. Isso fez com que a necessidade de um varejo híbrido fosse adotado por grandes e pequenos varejistas.

Em 2020, o varejo foi forçado a fazer mudanças rápidas para fornecer experiências omnichannel como comprar online e retirar na loja, tornando-se uma escolha de atendimento extremamente popular aproveitando melhor a oportunidade oferecida pela Internet para complementar a loja física.

A estratégia omnichannel pode ganhar vida por meio de agendamentos de compras na loja para elevar a experiência do consumidor, acessando o histórico de vendas online de um cliente para oferecer descontos na loja ou  munindo os vendedores com o histórico de pedidos do cliente para que eles possam compartilhar recomendações personalizadas.

No cenário comercial de hoje, a loja se tornou um canal de vendas que combina com o Instagram, TikTok, e-commerce etc.

 

Comércio social e transmissão ao vivo

2022 é o ano em que veremos o modelo de comércio social (comércio profundamente integrado que atende aos consumidores onde eles estão e não interrompe sua experiência) se espalhar para mais plataformas e mais setores.

Após um ano recorde para compras online em 2021, as compras sociais, a área de e-commerce que mais cresce, moldará como e onde compraremos neste ano.

Juntamente com o conteúdo comprável está a transmissão ao vivo, a capacidade de comprar instantaneamente um produto em destaque em um vídeo de transmissão ao vivo.  Além disso, o Shopify fez parceria com o TikTok para permitir que os comerciantes vendam ao vivo também é uma tendência que mostrará um grande crescimento nos próximos 12 meses.


Investimento na cadeia de suprimentos

Em 2021, a cadeia de suprimentos do Brasil e do mundo passou por um grande estresse: surtos de Covid-19, surtos de demanda, déficits de capacidade, escassez de mão de obra e outros fatores ligados à cadeia de suprimentos atrapalharam a capacidade de muitos de abastecer totalmente suas prateleiras. 

Em 2022, provavelmente veremos as marcas entenderem bem como lidar com esses gaps. Mesmo as pequenas marcas provavelmente começarão a manter mais estoques nos locais de vendas, usando armazéns urbanos ou sistemas de armazenamento temporário. Os grandes varejistas começaram a fretar seus próprios cargueiros para superar a escassez e manter uma vantagem competitiva. 

Para o segundo semestre deste ano, podemos até ver grandes descontos no estoque devido ao excesso de pedidos dos varejistas para compensar atrasos. 


Marketing Personalizado

Há uma década, o software de automação de marketing era um investimento extremamente caro que apenas as maiores empresas podiam pagar. Hoje, com várias opções de gerenciamento de marketing, empresas de todos os portes têm a possibilidade de usar campanhas personalizadas e lançar suas estratégias por e-mail marketing. 

Para se diferenciar, as marcas devem começar a procurar oportunidades inesperadas de comunicação (depois de dominarem o básico). Um método que você pode esperar ver um aumento é o marketing localizado. A comunicação em escala com as regiões nunca foi tão fácil, sendo uma maneira rápida de personalizar uma mensagem.

Essas plataformas dão aos varejistas o poder de gerenciar todo o seu negócio em um só lugar, incluindo suas vendas, inventário e análises. 

2022 será um grande ano para os varejistas. Eles vão começar a executar em grande estilo os aprendizados dos últimos dois anos. Fique de olho nas tendências e continue se aprimorando constantemente!

Abraços,

Lucas


avatar LUCAS HAHN
Lucas Hahn
Coordenador Estadual de Varejo e Mercado do SEBRAE/PR.favorite_outline Seguir Perfil
capa Varejo
Varejo
people 3843 participantes
Um local criado para oferecer ao EMPRESÁRIO DO VAREJO conteúdos relevantes e atualizados, tendências, cursos e interação com atores do ecossistema, gerando conhecimento e networking.
fixo
Em alta
Canvas de Vendas: uma ferramenta simples, visual e prática para a sua empresa
09 nov. 2021Canvas de Vendas: uma ferramenta simples, visual e prática para a sua empresa
Como a automação industrial impacta nossas vidas
09 ago. 2021Como a automação industrial impacta nossas vidas
Para ver o conteúdo completo, bastase cadastrar, é gratis 😉
Já possui uma conta?