Logo Comunidade Sebrae
Home
bedtime
Imagen da logo do Sebrae
icone menu de opções
Iníciokeyboard_arrow_rightNegócios em Turismokeyboard_arrow_rightArtigos

Acessibilidade e Inclusão no Turismo

avatar NADIA GIANNINI
Nadia Gianninifavorite_outline Seguir perfil
fixo
thumb_up_alt
Acessibilidade e Inclusão no Turismo
Criado em
text_decreaseformat_color_texttext_increase

Em um mundo onde a diversidade é a norma, o turismo acessível e inclusivo emerge como uma demanda crescente. O conceito está ganhando cada vez mais destaque, abrindo portas para uma experiência turística verdadeiramente para todos. Neste artigo, exploraremos o que significa acessibilidade, como ela se aplica ao turismo e como empreendedores podem promover a inclusão em seus negócios.


O Significado de Acessibilidade e Inclusão


Ao contrário de uma percepção superficial, acessibilidade e inclusão vão além de simples rampas e sinais em braile. Significam garantir que todas as pessoas, sem exceção, tenham acesso a locais, informações e serviços, proporcionando autonomia, conforto e segurança.


A acessibilidade no turismo, além de ser uma alternativa de promover a igualdade de oportunidades, a solidariedade e o exercício de cidadania, é um tema que precisa ser tratado de forma inovadora, seja por sua capacidade de geração de negócios e de renda, seja por sua importância competitiva para o setor turístico.


Um destino turístico deve combinar cultura, história, belezas naturais e, também, inclusão. Justamente por isso, o turismo inclusivo tem ganhado destaque, oferecendo oportunidades para pessoas com deficiência explorarem o mundo de maneira acessível e significativa. A tendência não beneficia apenas os viajantes, mas também transforma comunidades e setores turísticos, criando uma sociedade mais inclusiva e justa.


O turismo inclusivo começa com a garantia de que os destinos, as atrações turísticas e os serviços sejam acessíveis a todos. Isso envolve infraestrutura adaptada, transporte acessível, especificações e programas de treinamento para o pessoal do setor.


Locais genuinamente acessíveis e inclusivos devem contar com:


1.    Informações Visíveis e Legíveis: Placas, letreiros e panfletos que atendem a diferentes necessidades visuais.

2.    Apoio a Deficiência Física: Corrimões, rampas e barras de apoio para facilitar a circulação de pessoas com deficiência física.

3.    Apoio a Deficiência Sensorial: Textos em braile, informações em Libras e outras práticas que beneficiam pessoas com deficiência auditiva, visual ou mental.

4.    Ambientes Propícios a Diversas Condições: Consideração para a circulação de pessoas obesas, com sobrepeso, idosos, gestantes e crianças menores de 5 anos.


Dicas para Empresas Abraçarem o Turismo Inclusivo


1.    Avaliação de Acessibilidade: Faça uma avaliação detalhada da acessibilidade em suas instalações. Identifique áreas que podem ser melhoradas para atender a diferentes necessidades, desde rampas de acesso até banheiros adaptados.

2.    Treinamento Contínuo: Mantenha seus funcionários bem treinados e atualizados sobre práticas inclusivas. Isso inclui conhecimento sobre diferentes tipos de deficiência, linguagem inclusiva e empatia para proporcionar um atendimento acolhedor.

3.    Parcerias Estratégicas: Colabore com organizações locais que promovem a inclusão. Isso pode incluir parcerias com instituições de apoio a pessoas com deficiência, garantindo uma abordagem autêntica e significativa.


Promover acessibilidade e inclusão no turismo não é apenas uma obrigação legal, é um gesto de humanidade que enriquece não apenas o turismo, mas toda a sociedade. Ao abrir as portas para todos, é possível se tornar um destino turístico verdadeiramente inclusivo, oferecendo experiências enriquecedoras para todos os visitantes!

avatar NADIA GIANNINI
Nadia Giannini
Especialista em Gestão Pública pela Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG). Mestre em Turismo e Desenvolvimento pela Universidade Federal do Paraná (UFPR). Bacharel em Turismo (UFPR). Sommelier (Escola Alta Gama). Cirurgiã Dentista graduada pela Universidade de São Paulo (FOB-USP). Tem experiência em turismo com ênfase em planejamento, políticas e gestão pública, e desenvolvimento de destinos e produtos. favorite_outline Seguir Perfil
capa Negócios em Turismo
Negócios em Turismo
people 1285 participantes
Conteúdo relevante, prático e instrutivo, indicando soluções para as empresas e atores ligados aos negócios de turismo e viagem buscarem novos caminhos e superarem a crise.
fixo
Em alta
Experiências turísticas do Paraná
29 nov. 2022Experiências turísticas do Paraná
Origem e importância dos bares
18 nov. 2022Origem e importância dos bares
Para ver o conteúdo completo, bastase cadastrar, é gratis 😉
Já possui uma conta?