Logo Comunidade Sebrae
Home
bedtime
Imagen da logo do Sebrae
icone menu de opções
Iníciokeyboard_arrow_rightVida de MEIkeyboard_arrow_rightArtigos

Abrir MEI para testar um MVP é a melhor opção?

avatar FELIPE WERLANG PAIM
Felipe Werlang Paimfavorite_outline Seguir perfil
fixo
thumb_up_alt
Abrir MEI para testar um MVP é a melhor opção?
Criado em 14 JAN. 2022
text_decreaseformat_color_texttext_increase


Começar uma startup sem sócio não é tarefa fácil, fato. Encontrar o sócio ideal também não.


Contudo, isso não precisa atrasar o seu MVP. É possível startar sua ideia e empreender com segurança, mesmo sozinho.


Antes de falarmos da Sociedade Limitada Unipessoal (SLU), vamos começar excluindo algumas hipóteses.


Os problemas do MEI


MEI foi criado para facilitar a vida dos autônomos. 


Assim, qualquer cidadão pode abrir um CNPJ, emitir Nota Fiscal e obter empréstimos com juros mais baixos, por exemplo. Seria uma opção para testar o MVP de uma startup sem sócio.


No entanto, entre outros fatores, o principal problema está na exposição do patrimônio pessoal, pois o empreendedor responde pessoalmente (no CPF) pelas dívidas do CNPJ.


Portanto, deve-se tomar muito cuidado ao testar um MVP como MEI. É natural de startups correr riscos e muitas vezes nem sobreviver ao conhecido vale da morte, antes de chegar ao breakeven. Por isso a importância de blindar o patrimônio da pessoa física.


O fim da EIRELI


Criou-se em 2011 a Empresa Individual de Responsabilidade Limitada (EIRELI). Seria uma opção para iniciar uma startup sem sócio, mas na prática não facilitou muita coisa.


A EIRELI até chegou a ser citada no Marco Legal das Startups, mas o seu fim agora foi oficializado por lei. Em resumo, não será mais possível abrir startup com esse formato.


Na realidade, a EIRELI perdeu o sentido de existir desde 2019, quando a Lei da Liberdade Econômica passou a permitir a constituição de uma Ltda com um único sócio, a SLU.


Sociedade Limitada Unipessoal - sozinho e seguro


A SLU nada mais é do que a Ltda de sempre, o tipo societário mais comum do Brasil. Com uma novidade, dispensa-se a presença de um segundo sócio no contrato social. Também não se exige capital social mínimo.


O maior benefício da SLU para uma startup, em relação ao MEI, é a existência da chamada separação patrimonial ou limitação de responsabilidade. 


Assim, apenas os bens da pessoa jurídica respondem pelas dívidas da atividade. O patrimônio pessoal do sócio é alcançado somente em casos excepcionais. Por exemplo, quando há desvio de finalidade ou confusão patrimonial.


Qual é a melhor opção para você?


Enquanto você não encontra o sócio ideal, a Sociedade Limitada Unipessoal ajuda a validar sua startup com segurança jurídica. É um bom começo.


Em alguns casos, também não descartamos a possibilidade do MEI. Mas deve-se tomar muito cuidado!


Você pode conferir a íntegra deste artigo no nosso site - clique aqui.


Siga a law.we para ficar por dentro de tudo:


Site: www.lawwe.tech

Instagram: @law.we_

Linkedin: https://www.linkedin.com/company/law-we


avatar FELIPE WERLANG PAIM
Felipe Werlang Paim
favorite_outline Seguir Perfil
capa Vida de MEI
Vida de MEI
people 7445 participantes
O espaço dedicado exclusivamente aos Microempreendedores Individuais. Aqui você encontra conteúdo para ajudar quem já é MEI na solução dos problemas, e também para guiar todos aqueles que estão pensando em se formalizar. Seja bem vindo!
fixo
Em alta
Inscrição Estadual MEI - Paraná
24 nov. 2022Inscrição Estadual MEI - Paraná
VENDAS NA INTERNET: Como trabalhar sendo afiliado
09 nov. 2021VENDAS NA INTERNET: Como trabalhar sendo afiliado
Para ver o conteúdo completo, bastase cadastrar, é gratis 😉
Já possui uma conta?