Logo Comunidade Sebrae
Home
bedtime
Imagen da logo do Sebrae
icone menu de opções
Iníciokeyboard_arrow_rightPolo de Liderança keyboard_arrow_rightArtigos

A liderança como fator decisivo para a retomada da crise

avatar ROSANGELA MARIA ANGONESE
Rosangela Maria Angonesefavorite_outline Seguir perfil
fixo
thumb_up_alt
A liderança como fator decisivo para a retomada da crise
Criado em 20 ABR. 2020
text_decreaseformat_color_texttext_increase

A liderança é um processo de influência mútua através do qual múltiplos atores se envolvem em interações relacionadas com o liderar e ser liderado à serviço do atingimento de um objetivo comum.  A ação da liderança, em geral,  está voltada para quatro dimensões da atividade humana:  sociedade, organização, equipes  e indivíduos. 

Para liderar neste futuro emergente que se apresenta no rastro dos problemas sociais e econômicos deixados pela pandemia do COVID 19, é fundamental revisitar valores e crenças sobre a humanidade.

O futuro requer que mergulhemos profundamente na nossa humanidade, refletindo sobre o que realmente somos e o que queremos ser como sociedade. O futuro desejado começa a ser construído a partir de mudanças do que somos como indivíduos, nossas crenças e valores.

Os valores centrados no máximo consumo, na corrida para alcançar a maior e melhor posição individual em detrimento das necessidades do todo,  leva a sociedade, coletivamente, a criar resultados que ninguém quer (Scharmer; Kaufer, 2013).  

Segundo o autor do livro Teoria U, Otto Scharmer, o centro de todo trabalho da liderança deve ser a luta contra o antigo modo de ver e operar no mundo para buscar a  concretização de um futuro emergente de possibilidades.

Essa mudança requer a expansão de nosso modo de pensar. É uma mudança do modelo centrado no ego, onde o que importa é o bem-estar do individuo, para o modelo de maior grau de consciência, onde o que importa é o bem-estar da coletividade, do todo, incluindo o indivíduo.  Quanto atuamos no modelo de consciência coletiva e sistêmica, eco-system, a liderança está à serviço dos interesses mais abrangentes da sociedade.

Crises como a que vivemos provocou inúmeras e diferentes mudanças individuais e coletivas, mas uma delas é comum para o mundo todo: a consciência de que somos um todo e as soluções para os problemas são oriundas da colaboração!

Otto Scharmer, pesquisador do MIT, criou uma matriz que ajuda a compreender e conduzir com eficácia  processos de mudança. Ele afirma que a qualidade dos resultados produzidos por qualquer sistema depende da qualidade ou nível de consciência das pessoas que o operam. Portanto, a fórmula do sucesso provém da consciência do papel dos líderes e liderados e não dos processos em si.

Segundo o criador da Teoria U,  uma  liderança bem sucedida para o futuro emergente deve ser orientada por sete etapas:

  1. Suspender padrões do passado eles poderão não servir mais para a futuro emergente.
  2. Observar a realidade dedicar energia para trazer à tona a realidade com todas suas cores, e não tentar evitá-la.
  3. Sentir observar as suas emoções, os suas próprias crenças e valores frente ao que observa.
  4. Refletir Dar espaço para o autoconhecimento,  refletir, ouvir e perguntar-se o que você aprendeu com a situação, e o que você quer ver emergir daqui.
  5. Redefinir a visão Explorar as possibilidades, criando uma visão de futuro.
  6. Prototipar Colocar em prática de forma rápida, simples e em pequena escala para gerar feedbacks dos stakeholders (outros lideres e beneficiários da ação).
  7. Realizar Aplicar as estratégias testadas e corrigidas,  repetindo os protótipos em maior escala,  engajando e buscando cooperação entre todos.

 

É de fundamental importância que os líderes públicos, busquem engajar, comprometer e  encorajar outros líderes da sociedade civil a abraçarem a causa da recuperação do seu município, unindo esforços, recursos e boa vontade  para retomar o crescimento sustentável.

Para isso, apontamos a seguir  algumas recomendações:

  • Mapear a rede de entidades e pessoas essenciais para participar do planejamento e organização das ações importantes e urgentes para a recuperação do desenvolvimento econômico e do bem-estar social.
  • Incluir as  entidades na sociedade civil dedicadas aos  jovens e às mulheres, eles são vetores de influência e participação social nesse novo futuro emergente.
  • Gastar energia e tempo comunicando as intenções, de forma direta,  simples e transparente.
  • Estimular as equipes de colaboradores para que desenvolvam atitudes de empatia e solidariedade e proatividade na resolução de problemas.
  • Estabelecer um cronograma para diálogos com as entidades e outros líderes sobre as prioridades, de modo que a busca por soluções seja colaborativa e de compartilhamento de responsabilidades.
  • Buscar o apoio do SEBRAE para o estabelecimento de governanças de desenvolvimento do município e da região e de preparação dos líderes,  fortalecendo o senso de pertencimento e de compromisso coletivo, num processo colaborativo em prol da reconstrução dos eixos de desenvolvimento que beneficiem a coletividade.  

 

Deixe aqui a sua opinião sobre esse assunto, aponte suas recomendações. 

Um abraço

Rosângela Angonese

Coordenadora do Polo de Liderança SEBRAE

avatar ROSANGELA MARIA ANGONESE
Rosangela Maria Angonese
Coordenadora estadual da estratgia de educao empreendedora no SEBRAE-PRfavorite_outline Seguir Perfil
capa Polo de Liderança
Polo de Liderança
people 4611 participantes
Seja bem vindo a comunidade Polo de Liderança! A comunidade tem como objetivo conectar líderes de micro e pequenas empresas com conteúdos para seu desenvolvimento. Participe e inspire-se com novas ideias para melhorar sua gestão, com visão e ousadia para liderar sua equipe e transformar sua empresa.
fixo
Em alta
Conheça 9 livros para aprimorar o desenvolvimento pessoal!
18 abr. 2023Conheça 9 livros para aprimorar o desenvolvimento pessoal!
[CURSO] Flow - Conversas Difíceis
18 jul. 2022[CURSO] Flow - Conversas Difíceis
Para ver o conteúdo completo, bastase cadastrar, é gratis 😉
Já possui uma conta?