Logo Comunidade Sebrae
Home
bedtime
Imagen da logo do Sebrae
icone menu de opções
Iníciokeyboard_arrow_rightNovos Negócioskeyboard_arrow_rightArtigos

10 maneiras de impulsionar sua empresa na internet

avatar LUCAS WIDMAR PELISARI
Lucas Widmar Pelisarifavorite_outline Seguir perfil
fixo
thumb_up_alt2
10 maneiras de impulsionar sua empresa na internet
2 pessoas curtiram esse artigo
Criado em 12 SET. 2022
text_decreaseformat_color_texttext_increase

A preocupação com o design da loja e o checkout fácil são fatores importantes para qualquer comerciante online gerar vendas. No entanto, se as pessoas não puderem acessar seu site, essas medidas não funcionarão.

Dicas para impulsionar os sites

A seguir, confira algumas dicas sobre como gerar tráfego orgânico para as páginas da web.


1. Otimize seu site para mecanismos de busca (SEO)


Trata-se do famoso SEO (Search Engine Optimization), que nada mais é do que um conjunto de medidas a serem implementadas para que seu e-commerce possa se posicionar melhor nos buscadores, como Google, Bing e Yahoo, gerando assim mais tráfego para sua página da web.

Uma estratégia de SEO bem implementada aproxima cada vez mais o conteúdo do seu site do que os usuários estão pesquisando sobre este assunto.


Então, por exemplo, se você vende brinquedos feitos à mão, é importante que o tráfego venha de pessoas que querem comprar brinquedos feitos à mão, não de pessoas que procuram habilidades para fazer brinquedos feitos à mão.


2. Crie um blog e poste com frequência


Criar um blog é uma ótima maneira de gerar tráfego. Por meio dele, você disponibiliza mais um canal para interagir com seus usuários, além de poder aumentar o número de visitantes (novos e antigos) compartilhando seu conteúdo nas redes sociais. Além disso, o blog ajudará sua marca a se destacar mais nos mecanismos de pesquisa.


Depois de criar um blog, lembre-se de desenvolver conteúdo relevante para o seu público e no qual o público da sua marca esteja interessado.


3. Aproveite o poder das mídias sociais


As redes sociais podem ser uma ótima ferramenta para atrair visitantes para o seu site. Para escolher em quais redes sociais sua marca deve estar, você precisa entender os hábitos de navegação do seu público.


Depois de entender o comportamento das pessoas, avalie onde vale a pena criar uma conta: Instagram, Facebook, Twitter, TikTok ou Pinterest. Assim, você pode posicionar sua marca no funil onde estão seus clientes em potencial.


4. Inclua o URL do seu site na sua assinatura de e-mail


Você também pode gerar tráfego a partir dos e-mails que envia (pessoais e profissionais) adicionando sua assinatura ao final do e-mail junto com o URL da sua loja virtual ou site.


As assinaturas estão disponíveis para a maioria dos serviços de e-mail, como Google Apps e Outlook.com.


Além de poder direcionar o tráfego para seu site, uma assinatura também pode ajudá-lo a parecer mais profissional ao enviar sua mensagem.


5. Registre sua loja no Google Meu Negócio


Se você também tem uma loja física, outra possibilidade para um bom posicionamento nas páginas de resultados do Google é se cadastrar no Google Meu Negócio.


Com esse recurso, você poderá exibir informações relacionadas ao cliente em seus resultados, como horário de funcionamento, fotos, contatos e avaliações de outras pessoas. Dessa forma, é possível transmitir credibilidade e atrair mais visitantes para o seu site.


6. Comece a usar o Google Ads


Com o Google Ads, você pode anunciar no Google para segmentar sua marca quando clientes em potencial pesquisarem os produtos ou serviços que você oferece.


Como esse anúncio será exibido apenas para pessoas interessadas em seu serviço ou produto, o tráfego gerado tende a ser de alta qualidade.


7. Anuncie no Facebook


Você também pode usar todos os grupos-alvo do Facebook para direcionar tráfego de qualidade para sua loja. Você pode segmentar anúncios nas redes sociais por localização geográfica (país, estado, cidade), idade, sexo e interesses.


Lembre-se de direcionar os anúncios do Facebook para o seu site, não para sua página de fãs do Facebook.


8. Use anúncios do Instagram


Assim como vimos a importância das redes sociais na promoção de uma estratégia de site gratuito, elas também são a base de um site pago. E, como uma das preferências brasileiras, o Instagram não pode ficar de fora.


O recurso de anúncios do Instagram permite que você crie anúncios que serão exibidos para usuários que não estão necessariamente seguindo seu perfil na web.


Por exemplo, você pode mostrar às pessoas suas campanhas publicitárias com base em seus interesses e dados demográficos.


9. Faça uma campanha de e-mail marketing


A execução de campanhas de marketing por e-mail é outra maneira de direcionar tráfego de qualidade para sua loja. Por exemplo, você pode criar sua própria biblioteca de e-mail com contatos de seu e-commerce ou inscrição em boletim informativo.


Com essas campanhas, você pode enviar ofertas, cupons de desconto e boletins informativos com instruções de postagem no blog.


10. Acompanhe os resultados


Como observação final, sempre recomendamos medir o tráfego que chega à sua loja por meio de cada canal.


Para fazer isso, você deve ter o Google Analytics instalado em sua loja. Um recurso útil para o seu e-commerce é configurar o funil, que permite ver em qual etapa do processo de compra um cliente abandona uma compra.


Dessa forma, você poderá identificar problemas e faz ajustes para evitar que seus clientes saiam do site antes que a jornada de compra termine.


Agora me diz nos comentários qual dessas ações você já executa?

avatar LUCAS WIDMAR PELISARI
Lucas Widmar Pelisari
favorite_outline Seguir Perfil
capa Novos Negócios
Novos Negócios
people 5333 participantes
Um espaço aberto para trocas de experiências sobre novos negócios. Se você já tem uma ideia de negócio, ou ainda não sabe por onde começar, este é o lugar certo! Aqui, você encontra conteúdos para te ajudar a ter sucesso nesta jornada empreendedora ¿¿
fixo
Em alta
Sebrae Em Dados - Mercado de Produtos Naturais no Brasil
16 ago. 2022Sebrae Em Dados - Mercado de Produtos Naturais no Brasil
Sebrae em Dados - Salões de Beleza
15 out. 2022Sebrae em Dados - Salões de Beleza
Para ver o conteúdo completo, bastase cadastrar, é gratis 😉
Já possui uma conta?